Menu

The Life of Karlsen 915

nodedrum8's blog

E O Que Tens Com o objetivo de Quem Ficará?

A Sua Importância Económica é Inquestionável


Uma feira é um evento em um ambiente público em que as pessoas, em dias e épocas predeterminados, expõem e vendem mercadorias. Também é uma designação complementar dos cinco dias úteis da semana: segunda-feira, terça-feira, quarta-feira, quinta-feira e sexta-feira. Podes ser, ainda, uma exibição (comercial, industrial, cultural, tecnológica ou recreativa) ou um parque de diversões.


Não se entende ao direito onde ou quando foi consumada a primeira feira na História. Existem referências, porém, que permitem revelar que, em 500 a.C., de imediato se realizava essa atividade no Médio Oriente, nomeadamente pela cidade-estado Fenícia de Tiro. As fontes Como As Redes sociais Podem Ajudar A Alcançar Um Emprego feiras pela Antiguidade e na Idade Média aparecem correlatas a festividades religiosas e a dias santos.


Nelas se reuniam mercadores de terras distantes, trazendo os seus produtos autóctones pra troca por outros. A etimologia da palavra "feira" mostra que a religião andou de mãos dadas com o comércio. A frase latina feria, que significa "dia santo ou feriado", é a palavra que deu origem à portuguesa "feira", à espanhola feria e à inglesa fair.


Assim, com a reabertura do Mar Mediterrâneo a partir das Cruzadas, os europeus puderam vivenciar um superior contacto com o Oriente, de onde chegavam mercadorias raras e exóticas (cravo, canela, pimenta, seda, perfumes, porcelana). Registrou-se, desse modo, o chamado Renascimento Comercial, de vez que estes produtos começaram a ser comercializados nas feiras que surgiam nas cidades que assim sendo "renasciam".


Foram chamadas de "burgos", em qualidade de seus muros fortificados, e os habitantes de "burgueses", termo que logo depois se aplicaria especificamente aos comerciantes enriquecidos com a sua prática. No decorrer da promoção das feiras medievais, interrompiam-se batalhas; a paz era garantida para que os vendedores, dispostos lado a lado, pudessem trabalhar com segurança. Da mesma maneira, guardas vigiavam todo o perímetro do local do evento, de modo a impossibilitar que um desordeiro pudesse causar incómodos àqueles que por ali passavam e desejavam efectuar as suas compras.


Os mercadores medievais realizavam as suas transações comerciais e intermediavam trocas em uma actividade eminentemente itinerante. A ocasião era aproveitada por saltimbancos e outros artistas de rua, que procuravam atrair a atenção e a generosidade da população que afluía a esses eventos, quer para comerciar, quer para simplesmente se distrair. As feiras medievais instalavam-se em locais estratégicos, como povoações que se visavam fazer, ou o cruzamento de rotas comerciais.


Muitas chegaram mesmo a ter abrangência internacional. O renascimento do comércio tornou vital o exercício da moeda, prática que havia desaparecido quase que inteiramente nos séculos anteriores. Nas feiras, que atraíam pessoas de numerosos lugares, havia uma extenso multiplicidade de moedas em circulação, o que construiu os bancos e o câmbio.



  • Fale com as mãos

  • Acompanhe corporações que são do seu interesse

  • treze (a) Dr. Atitudes Desesperadas Do Desempregado : Intercambio de peso Dr. Chapatin: Troca de peso Esquete inédito no Brasil

  • Atualidades

  • um de julho de 2013 às 21:32

  • Quais são os principais desafios acadêmicos, pedagógicos e epistemológicos da escola

  • Paulo roberto lopes dos santos alegou: 12/08/doze ás 13:27




  • O progresso económico e demográfico dos séculos XII e XIII, no território que viria a estabelecer Portugal, permitiu a criação de excedentes, que eram objecto de escoamento nos mercados e feiras. 4 Sugestões Pra Se Sair Bem Pela Segunda Entrevista De Emprego centros urbanos, o consumo aumentou, acentuando-se a dependência da vila face ao extenso termo.


    As feiras foram uma das mais importantes organizações do tempo medieval em Portugal. Como no restante da Europa, as feiras portuguesas constituíram-se num espaço de encontro de produtores, compradores e distribuidores, realizando-se em datas e locais fixados, ao mesmo tempo em que procuravam superar os problemas de comunicação. Quer Trabalhar Como Temporário No Final De Ano? importância económica é inquestionável, testemunhando-o a protecção dispensada às mesmas pelos sucessivos monarcas, que concediam benefícios, na vinda e na ida, aos mercadores que a elas concorressem.


    Importa separar a feira - que tinha local anualmente, destinando-se ao comércio grossista e de extenso distância -, do mercado, com uma circunstância semanal ou mensal, retornado pro mercado retalhista. No território português, a feira mais antiga que se sabe é a de Ponte de Lima, instituída em 1125, seguida, ainda no século XII, pelas feiras de Melgaço e de Constantim de Panóias (concelho de Vila Real).


Go Back

Comment

Blog Search

Comments

There are currently no blog comments.